Logo
Print this page

Agente da PSP faz uma morte a tiro em legítima defesa

Agente da PSP faz uma morte a tiro em legítima defesa

No Vale da Amoreira, concelho da Moita, um homem foi hoje morto a tiro por agentes da PSP, depois de ter agredido um polícia com um machado e uma faca.

«Os dois elementos da PSP que costumam fazer notificações viram um indivíduo na rua que suspeitavam que tinha um mandado de detenção. Quando o abordaram para o identificar, sem que nada o fizesse prever, o indivíduo agrediu um agente com um machado e uma faca», disse a comissária Maria do Céu, da PSP de Setúbal, que se encontra no local.

Na sequência desta agressão, «o agente da PSP foi obrigado a disparar em legítima defesa», acrescentou.

 

Fonte: Diário Digital

Copyright © 2015 Ultrafm. All rights reserved.
A Sua Rádio Sempre Consigo.

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.