Almaraz: Incidente “não teve nenhum impacto”, diz o Conselho de Segurança Nuclear

O Conselho de Segurança Nuclear (CSN) de Espanha informou hoje que o incidente ocorrido na central de Almaraz “não teve nenhum impacto”, classificando-se no nível zero na Escala Internacional de Ocorrências Nucleares (INES), que tem sete níveis.

O incidente, “que não teve nenhum impacto sobre os trabalhadores, o público ou o ambiente, é classificado com nível zero” na INES, elaborada pela Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) para informar o público sobre a gravidade das ocorrências em instalações nucleares, refere o CSN em comunicado.

O CNS refere no comunicado que foi informado pelo titular da Central Nuclear de Almaraz da ocorrência de uma paragem não programada na Unidade 1 devido à paragem da bomba principal número dois.

“Os sistemas de segurança funcionaram corretamente e a unidade encontra-se parada, em condição estável e segura”, adianta o CSN no comunicado, adiantando que a central já desencadeou uma investigação para averiguar a causa do incidente.

A Central Nuclear de Almaraz já tinha informado, em comunicado, que os seus funcionários estão investigar a anomalia e a realizar testes e inspeções para voltar a ligar a rede elétrica da unidade.

Segundo a central nuclear, “todos os controlos e proteções” funcionaram corretamente aquando da paragem do reator.

A situação foi denunciada pelo Movimento o Movimento Ibérico Antinuclear (MIA) e a Associação Ecologistas em Ação que reiteram a sua exigência para que não seja renovada a autorização de funcionamento da central de Almaraz, que tem licença até 2020.

“Esta acumulação de incidentes, ainda mais quando acontece no mesmo sistema de alimentação elétrica, mostra claramente que a central trabalha, a cada dia que passa, com a segurança mais degradada”, adverte o Movimento Ibérico Antinuclear, composto por várias organizações portuguesas e espanholas, e os Ecologistas em Ação.

Para os ambientalistas, é imperativo a realização de uma investigação para averiguar a causa específica dessas falhas repetidas.

“A causa principal é claramente o envelhecimento progressivo da central, que aconselha a que não seja prolongado o seu funcionamento”, vincam no comunicado.

Fonte:Lusa

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Outras Informações

Amália Rodrigues é recordada num espetác…

Dulce Pontes, Paulo de Carvalho e Simone de Oliveira são alguns dos artistas que participam em fevereiro num espetáculo em Lisboa dedicado à fadista Amália Rodrigues, para assinalar os 20...

30-10-2018 Hits:44 Noticias Da Música

Read more

Massive Attack em Lisboa em fevereiro co…

Os britânicos Massive Attack regressam a Lisboa em fevereiro, no âmbito de uma digressão mundial que assinala 21 anos da edição do álbum “Mezzanine”, anunciou esta 3ª feira a promotora...

30-10-2018 Hits:43 Noticias Da Música

Read more

Festival de música portuguesa que celebr…

Ponta Delgada, Guimarães, Santarém e Estarreja acolhem em fevereiro, pela primeira vez, concertos do festival Montepio Às Vezes O Amor, que à 5.ª edição chega a 17 cidades portuguesas, anunciou...

30-10-2018 Hits:43 Noticias Da Música

Read more

Dave Matthews Band de regresso a Lisboa …

A Dave Matthews Band vai estar de volta a Portugal no próximo ano, com um concerto agendado para a Altice Arena, em Lisboa, no dia 06 de abril, anunciou a...

22-10-2018 Hits:63 Noticias Da Música

Read more

GIMBA lança novo álbum: PONTO G celebra …

Gimba, «um alfacinha sorridente, um autêntico trovadeiro acusticurbano que assina canções em português bem escorrido», regressa aos discos, com o Ponto G! 

12-10-2018 Hits:101 Noticias Da Música

Read more

Diabo na Cruz lançam esta semana novo ál…

A completarem dez anos, os Diabo na Cruz editam na sexta-feira(12 Outubro), o álbum "Lebre", depois de uma pausa de dois anos em que procuraram uma maior profundidade lírica e...

12-10-2018 Hits:51 Noticias Da Música

Read more

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.